terça-feira, 19 de abril de 2011

CONTINUA A MOBILIZAÇÃO DA IRMANDADE PELA PERMANÊNCIA DA CASA PAROQUIAL

Após a publicação do Boletim online publicado pela Prefeitura Municipal, ocorreram diversas manifestações que estão repercutindo pela cidade e região.

 Conforme já publicamos aqui no blog anteriormente, no dia 28/02/2011, a Prefeitura publicou uma nota oficial online informamndo sobre a permuta da Casa Paroquial pelo terreno onde hoje encontra-se o futuro santuário.

O fato passou a gerar polêmica na cidade e apareceram as primeiras manifestações, ou seja a distribuição de um panfleto que conseguimos colher na Igreja MAtriz de Sant'Anna, questionando o fato.

A Irmandade passou a buscar explicações junto as autoridades competentes (Vereadores, prefeitura, paróquia, Mitra Diocesana) , mas até o momento nenhum esclarecimento preciso nos foi dado.

Existe um relato por parte da prefeitura ,sobre uma eventual denúncia ao Ministério Público, com relação ao terreno, onde foi construído o Centro Comunitáro e o futuro Santuário (Av. Ruy Barbosa, 1200 - Jd. Laranjeiras), mas até agora ninguém viu o tal documento, porém o Secretário de Governo publicpu uma matéria no jornal, onde novamente afirma a existência de tal denúncia. Afinal o que está acontecendo? Como diz o panfleto misterioso: "VAMOS PERMITIR ESSE DESCASO?
Veja a publicação do jornal Fatos da segunda quinzena de março:

SITUAÇÃO DO CONVENTO É NOVAMENTE NOTICIADA PELA IMPRENSA REGIONAL

Desta vez a matéria foi veiculada pela TV Tribuna e pelo jornal ATribuna de Santos, e ambas as matérias relatam a situação precária do edifício.

Parece que as coisas estão começando a mudar, após a abertura da Ação Civil Pública pelo Ministério Público Federal, o Convento passa a ser alvo da imprensa que vem tornar público o descaso em que o local se encontra.
A Irmandade, que foi a responsável desde o início da edificação da construção, preocupa-se também com o local que é a sede da associação, porém se vê com as mãos atadas, esperando que providências realmente sejam tomadas.

Confira as matérias: 

NOVA ADMINISTRAÇÃO DA IRMANDADE REALIZA PRIMEIRA REUNIÃO NO CONVENTO

Na ocasião foram tratados assuntos sobre o estado de conservação do prédio, além de propostas de atividades que a Irmandade quer realizar.

No sábado 26/03, membros da Mesa Administrativa e do Conselho Fiscal da Irmandade, reuniram-se juntamente com o pároco Pe. Albino e zeladora do convento Ir. Maria de Lourdes, afim de realizar uma aproximação e firmar um acordo de parceria, no intuito de contribuir mais 
com as necessidades do Convento, além de começar a utilizá-lo para eventos oficiais da Irmandade e também retornar a sua sede para o local como outrora.
 
Na ocasião os presentes puderam conhecer melhor as preocupações que a  Irmã tinha com relação ao prédio e também apresentaram propostas de utilização das instalações.

A comissão aproveitou para analisar a situação das dependências do prédio e o estado de degradação.
Irmã Lourdes passou às mãos do Provedor, uma relação de medidas emergênciais que fazem-se necessárias para a melhoria e conservação do local, conforme segue:



 
MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PEDE PROVIDÊNCIAS COM RELAÇÃO AO CONVENTO

A Ação Civil Pública foi movida pelo Procurador da república Antônio Dalóia que deu entrada no dia 02 de março.

No último dia 02 de março o Procurador da República Antônio José Donizetti Molina Dalóia do Ministério Público Federal em Santos, deu entrada através de uma ação civil pública de uma liminar cobrando providências do IPHAN, da Prefeitura de Itanhaém e da Mitra Diocesana de Santos, com relação ao Convento Nossa Senhora da Conceição de Itanhaém. O documento ressalta a precária situação em que se encontra o prédio, inclusive com risco de desabamento e /ou incêndio por conta das precárias instalações elétricas.

Confira a matéria publicada pela jornal Folha de São Paulo em 17/03/2011.